A Florus no Estadão Explica Como Empreender no Mercado de Cosméticos

Estadão Economia

É notável como o brasileiro deixou de ser o empreendedor de necessidade (empreendedor forçado) para se tornar um empreededor por vocação.

E isso já está acontecendo há muito tempo, como mostra essa interessante reportagem do jornal O Estado de São Paulo.

Se você está planejando se tornar um empreendedor e montar o seu negócio, eu sugiro que você escolha com muito cuidado o ramo em que você vai atuar, levando em consideração aspectos com o valor do investimento inicial, necessidade de capital de giro, custo do ponto comercial (inclusive se vai precisar de um ponto comercial), número de pessoas para manter o negócio em funcionamento e, principalmente, se o mercado é promissor.

A questão da escolha do mercado em que você irá atuar, é fundamental para aumentar as suas chances de sucesso.

Sem querer puxar a brasa para a minha sardinha (já que eu atuo no mercado de cosméticos desde 2002), tenho que destacar o quanto o mercado de cosméticos no Brasil é atraente:

  1. ele não tem crise, mesmo em épocas de crise;
  2. ele cresce ininterruptamente há mais de 40 anos;
  3. o Brasil é o 4o maior mercado consumidor de cosméticos do mundo – fica atrás apenas dos EUA, China e Japão.
  4. existem inúmeras oportunidades de negócios sem a necessidade de ponto comercial ou funcionário

No entanto, como o mercado de cosméticos é cheio de oportunidades, ele também atrai um número enorme de oportunistas.

Você certamente irá encontrar pessoas que se dizem grandes conhecedores do negócio e que aparentemente tem uma oferta irresistível para ajudar você, mas cujo único propósito é se aproveitar da sua inocência e desejo de ter um negócio próprio neste segmento da economia tão maravilhoso e dinâmico que é o Mercado de Cosméticos.

Por questões como essa, você deve escolher com o máximo cuidado o seu parceiro de negócios para evitar cair em armadilhas e perder o dinheiro que você pensou estar investindo.

Como diz o velho ditado: é melhor prevenir do que remediar. Desta forma, informe-se profundamente sobre os candidatos a serem seu parceiro. Afinal de contas, você vai investir dinheiro e dinheiro não tolera desaforo ou descaso.

Uma tremenda dica para quem vai montar um negócio novo ou iniciar uma distribuição é: fale com quem já faz negócio com esse fornecedor !!! E não fale apenas com uma única pessoa: converse com o maior número possível de pessoas e que trabalham com esse fornecedor há, pelo menos, 2 anos. Não adianta nada falar com uma única pessoa que acabou de fechar negócio ou começou a trabalhar há pouco tempo, porque desta forma, não é possível analisar o comportamento do fornecedor, nem as sazonalidades do nicho em que ele atua.

É isso, espero que você tenha gostado e aguardo seus comentários, perguntas e sugestões.

Se você quiser ler a reportagem completa do Jornal Estadão, clique na imagem abaixo:

 

Florus no Estadao

Um forte abraço,

Fabio

About The Author

Fabio Sacheto

Sou o Presidente do Grupo Florus e Especialista em Criação e Desenvolvimento Negócios no Mercado de Cosméticos. Desde 2002, já lancei mais de 160 empresas no Brasil inteiro, de vários portes e tamanhos, em inúmeros segmentos do mercado e em todos os modelos de vendas. Eu já ajudei e transformei a vida de muitas pessoas. E se você também quer ser um empreendedor de sucesso no Mercado de Cosméticos, eu tenho uma mensagem especial para você: Conte Comigo !!!

Deixe aqui o seu comentário!